Madeiras utilizadas na nossa construção

Hoje vamos falar de “Douglas Fir”!

 

 

Douglas Fir (Abeto de Douglas) é utilizado, frequentemente, como standard e modelo de comparação com o qual todas as outras espécies, que são utilizadas para fazer construções em estruturas de madeira, são medidas. A sua força combinada com a sua relação força/ peso superior, alta gravidade específica (para excelente capacidade de retenção de pregos e suportes metálicos), excelente estabilidade dimensional (dando aos produtos “verdes” da Douglas Fir a capacidade de secar e perder a sua resina com facilidade), a sua moderada resistência à deterioração de seu cerne e um excelente desempenho contra forças fortes resultantes de ventos, tempestades e sismos, deram uma excelente reputação a Douglas Fir (Abeto de Douglas).

Também é de nó e de grão estreitos, adicionando o bónus de beleza às suas capacidades estruturais. Cor, padrão do grão, tamanho e tipo de nó são abordados nas regras para graus de aparência.

 

As árvores Douglas Fir (Abeto de Douglas) estão entre as mais altas. Elas medem entre 45 a 60 metros de altura, de 0.6 a 1.8 metros de diâmetro e são encontrados em altitudes que vão desde do nível do mar até aos 1800 metros.

A cor rosada clara de Douglas Fir (Abeto de Douglas) é destacada por seu padrão de grão notavelmente reto e bonito e “avermelhará” com o tempo quando exposto à luz.

 

 

Credits information taken from: Western Wood Product Association and Think Wood